Sunday, July 27, 2008

Infelicidade Clandestina

"Amor é quando é concedido participar um pouco mais. Poucos querem o amor, porque o amor é a grande desilusão de tudo o mais. E poucos suportam perder todas as outras ilusões. Há os que voluntariam para o amor, pensando que o amor enriquecerá a vida pessoal. É o contrário: amor é finalmente a pobreza. Amor é não ter. Inclusive amor é a desilusão do que se pensava que era amor. "

lispector

8:

Anonymous Anonymous said...

decepção nao mata, ensina viver!

4:56 PM  
Blogger Defensor said...

...é mas sem o amor, de que adianta viver?!?!
Lispector é show.
Abraços

9:17 AM  
Blogger Ana Gotz said...

É Defensor, a vida não é nada sem amor...

Mas existem cegos de alma, falsos, mentirosos que brincam com o sentimento das pessoas...


E eu lamento muito por isso!
Viva o amor e todos merecedores dessa dádiva!

12:55 PM  
Anonymous Anonymous said...

amor? tudo isso é fake

4:08 PM  
Blogger ...amigos acontecem... said...

..Ando em processos que não me incintam a escrever no meu blog. Por agora, tenho muitas coisas novas em papel, mas, vida esta conturbada, gira bela e estabanada, vai rimando amor com dor, com suor e com cachaça, eis que como por pirraça, deixo-as em grafite e cor, palavras que em papeis são mais, nem sempre o computador... não estou sumido não, só dando um tempo pras coisas, rsrs. Pra variar tu escolhe uns poemas mais certeiros do que o olhar que mata mais que atropelamento de artomover, então me lembrei de um poema do Vinicius para te acompanhar nessa dança...

Soneto de Maior Amor:

"Maior amor nem mais estranho existe
Que o meu, que não sossega a coisa amada
E quando a sente alegre, fica triste
E se a vê descontente, dá risada.

E que só fica em paz se lhe resiste
O amado coração, e que se agrada
Mais da eterna aventura em que persiste
Que de uma vida mal aventurada.

Louco amor meu, que quando toca, fere
E quando fere vibra, mas prefere
Ferir a fenecer - e vive a esmo

Fiel à sua lei de cada instante
Desassombrado, doido, delirante
Numa paixão de tudo e de si mesmo."

Bjo

4:16 PM  
Anonymous Anonymous said...

Não ser amado é falta de sorte, mas não amar é a própria infelicidade." (Albert Camus)

Grande beijo =*

4:07 PM  
Anonymous Anonymous said...

Não ser amado é falta de sorte, mas não amar é a própria infelicidade." (Albert Camus)

Grande beijo =*
Millene

4:09 PM  
Blogger Bárbara (B.) said...

É... é preciso ter muita coragem para amar alguém. Sábia Lispector.

4:13 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home