Wednesday, January 24, 2007

Sobre o regaço tinha o livro bem aberto; tocavam em meu rosto seus caracóis negros. Não víamos as letras nem um nem outro, creio; mas guardávamos ambos fundo silêncio. Por quanto tempo? Nem então pude sabê-lo. Sei só que não se ouvia mais que o alento, que apressado escapava dos lábios secos. Só sei que nos voltámos os dois ao mesmo tempo, os olhos encontraram-se e ressoou um beijo.
[gustavo adolfo béquer]

15:

Blogger Klatuu o embuçado said...

Às vezes o povo sintoniza! :)=

Dark kiss.

3:52 AM  
Blogger Panzer said...

Saudações Ana!
valeu pelo comentario,
adoreii seu blog tb,
jah favoritei!


abraçossssssssss!

4:15 AM  
Anonymous Anonymous said...

não vou...
se é assim, eu vou ficar.
vou olhar para este lado
e ver tudo como é.

4:26 AM  
Blogger SENTIR said...

O silêncio que tudo diz.

1:46 PM  
Blogger }}cleopatra{{ said...

Olá Ana!
Gostei muito que me tivesses mostrado o caminho da tua casa...!
Tens aqui um blog bem bonito e com textos e poemas muito bons e um pouco ao meu estilo:)
Um momento de silêncio que culmina num beijo... Lindo!!

Um beijinho soprado

3:40 PM  
Blogger Joatan said...

nova cara , no blog da namorada!

11:56 PM  
Anonymous Anonymous said...

Adore isso.. Muito bem escito.

12:04 AM  
Anonymous Anonymous said...

Saudações
Nos momentos em que acabam-se as palavras, inevitável é o beijo...
Abraços

12:13 PM  
Blogger Bonequinha de luxo said...

Olá, estava de "recesso" por isso demorei a responder. Muito bom seu blog, gostei!
Beijocas.

4:38 PM  
Anonymous Anonymous said...

HAAaaaaa um "beijo".

9:43 PM  
Anonymous Anonymous said...

??

2:35 PM  
Blogger herético said...

perfeita sintonia...

1:51 PM  
Blogger B. said...

Por onde andas, garota?

4:45 PM  
Blogger Escorpiana Explosiva said...

Muitas vezes o silêncio fala tudo.


Um abraço.

1:50 AM  
Blogger B. said...

Não, já estou de volta à terrinha.
Recife.
:)

2:12 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home