Wednesday, May 9, 2007

Teu segredo

Flores envenenadas na jarra. Roxas azuis, encarnadas, atapetam o ar. Que riqueza de hospital. Nunca vi mais belas e mais perigosas. É assim então o teu segredo. Teu segredo é tão parecido contigo que nada me revela além do que já sei. E sei tão pouco como se o teu enigma fosse eu. Assim como tu és o meu.

[lispector]

3:

Anonymous van said...

oi!dobrando esquinas da interne e topando contigo,Gostei das ideias e força expressiva.Curto esta dimensao do fazer.Inquietaçao,transgressoes...ritos da vida.Sabe-se lá até qunado.Curtindo tudo aqui.Amor,paixao os lados claros e obscuros da alma me fascinam.Ensaio isto lá no emu espaço.Volto.

5:31 AM  
Blogger Defensor said...

Salve.

Beleza. Gosto de Clarice Lispector também.

Essa citaçõa lembrou-me Quintana:

"Do bem e do mal
Todos tem seu encanto: os santos e os corruptos.
Não há coisa na vida inteiramente má.
Tu dizes que a verdade produz frutos...
Já viste as flores que a mentira dá?"

Abraços, bom final de semana.

9:40 AM  
Blogger Diva said...

Olá!
Pois, Clarice Lispector tem desses momentos fortes e apaixonantes... Infelizmente não tenho tido muito tempo para me dedicar à leitura ultimamente, mas é algo que vou ter de conseguir "repor".

Beijo enCANTAdo

12:22 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home