Sunday, June 17, 2007


O saisons, ô châteaux! Quelle âme est sans défauts? J' ai fait la magique é tude Du Bonheur, qu' aucun n' élude. Salut à lui, chaque fois. Que chante le coq gaulois. Ah! je n' aurai plus d' envie: Il s' est chargé de ma vie. Ce charm a pris âme et corps, Et dispersé les efforts. O saisons, ô châteaux!L' heure de sa fuite, hélas! Sera l' heure du trépas. O saisons, ô châteaux!
Oh estações, oh castelos!
Que alma é sem defeitos
?
Eu estudei a alta magia
Do Amor, que nunca sacia.
Saúdo-te toda vez
Que canta o galo gaulês.
Ah! Não terei mais desejos:
Perdi a vida em gracejos.
Tomou-me corpo e alento,
E dispersou meus pensamentos.
Ó estações, ó castelos!
Quando tu partires, enfim
Nada restará de mim.
Ó estações, ó castelos!

[arthur rimbaud]
[p.s.: a imagem postada é minha tentativa de reproduzir a pop art]

Labels:

4:

Blogger Diva said...

Lindo,o poema... ainda para mais nesse momento é assim que me identifico... Foi-se o meu castelo. Mas em breve já sei que volto a cantar. O brigada pelas tuas palavras em meu canto.

Beijo enCANTAdo

11:01 AM  
Blogger B. said...

Bela pop art, devo dizer. Além do belo gosto pela literatura.

4:34 PM  
Blogger Paulo Fernando said...

Eu adoro quem adora este autor! rsrs

Bjos, minha querida!
Gostei da montagem.

11:24 AM  
Blogger Ed said...

Marilyn Gotz ou Ana Monroe. Lindona!

10:01 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home